Autores:

Jorge Miguel de Sousa Carvalho      ON 2017, 17 ; julho 2011; On-line publication: julho 2011

A vivência de uma doença oncológica por si só envolve um grande desafio pessoal. Deste modo, o homem portador de carcinoma da próstata submetido a prostatectomia radical experiência um conjunto de mudanças, traduzidas através de um processo de transição.

Com este estudo de investigação pretende-se conhecer o processo de transição do homem portador de carcinoma da próstata submetido a prostatectomia radical. Partindo deste pressuposto, desenvolveu-se uma pesquisa de natureza qualitativa, de caráter descritivo e exploratório, através de uma entrevista semi-estruturada para a colheita dos dados e a análise de conteúdo para a decomposição dos mesmos, através da microanálise, tendo sido entrevistados 18 participantes.

A partir da análise dos dados, observa-se que o homem atravessa um longo processo de transição iniciado com o percurso até ao diagnóstico, atravessando diversas etapas até à possível reestruturação pessoal. Foi possível, a partir do estudo, conhecer este processo de transição, compreender as necessidades, descrever os recursos mobilizados e ainda conhecer a perspetiva sobre o papel do enfermeiro neste contexto.

Palavras-chave: enfermagem; transição; experiência do homem; carcinoma da próstata; prostatectomia radical

Verifique o abstract completo aqui.

 

Obtenha este artigo

Para obter este artigo terá que ser membro AEOP. Se já é membro AEOP efetue aqui o seu login. Se ainda não é membro AEOP registe-se aqui.
Em alternativa, pode adquirir este artigo pelo preço de 5EUR utilizando para isso o nosso formulário de contacto.