Autores:

M. Jorge Freitas Almeida      ON 2009, 7; fevereiro 2009; On-line publication: fevereiro 2009

A relação entre o profissional de saúde e o paciente deve assentar num “universo ético” assente no princípio do consentimento informado e do respeito pela intimidade e pela dignidade do paciente enquanto pessoa. Esta relação assenta em três dimensões distintas: uma relação sócio–económica (sob o ponto de vista jurídico), uma relação técnico-científica e uma relação de ajuda entre o enfermeiro e o doente. É nesta terceira dimensão que o autor analisa fenomenologicamente o conceito de pessoa, perspetivando-a como um modelo de valores e como um modelo individual de “pessoa-valor”. Ou seja, no conceito abrangente de pessoa, o autor analisa uma dupla perspetiva ética: a sua relação para “consigo mesmo” e para com os “outros”, em ordem ao seu “ser” universal.

Palavras-chave: Ética, relação interpessoal, ser ético

Verifique o abstract completo aqui.

 

Obtenha este artigo

Para obter este artigo terá que ser membro AEOP. Se já é membro AEOP efetue aqui o seu login. Se ainda não é membro AEOP registe-se aqui.
Em alternativa, pode adquirir este artigo pelo preço de 5EUR utilizando para isso o nosso formulário de contacto.