Autores:

Esmeralda Barreira ON 2017, 19 ; fevereiro 2012; On-line publication: fevereiro 2012

Fumar é o comportamento de risco para a saúde que persiste como sendo a principal e evitável causa de doença e morte prematura. No doente oncológico o conhecimento dos malefícios do tabaco e o facto de manterem hábito de fumar origina por vezes uma discordância de atitudes, que pode bem ser o reflexo de uma dissonância cognitiva. O counselling, como arte de ajudar os outros a ajudarem-se a si próprios, pode ser desenvolvido para ajudar a pessoa a explorar as potencialidades e dificuldades para abandonar o hábito de fumar, orientando para uma visão positiva das capacidades da pessoa.

Palavras-chave: counselling; cessação tabágica; dissonância cognitiva

Verifique o abstract completo aqui.

 

Obtenha este artigo

Para obter este artigo terá que ser membro AEOP. Se já é membro AEOP efetue aqui o seu login. Se ainda não é membro AEOP registe-se aqui.
Em alternativa, pode adquirir este artigo pelo preço de 5EUR utilizando para isso o nosso formulário de contacto.