Autores:

Susana Alexandra Silva; Vera Lúcia Silva M. Dias    ON 2007, 1;  abril 2007; On-line publication: abril 2007

A doença oncológica em si tem um impacto direto na hematopoiese. os agentes quimioterápicos são sistémicos, ou seja, não conseguem distinguir entre células neoplásicas e outros tipos de células de divisão rápida, como por exemplo as da medula óssea.

Significa que estas são as células que estão particularmente suscetíveis de serem destruídas ao mesmo tempo que as células neoplásicas. Regra geral, os doentes têm a noção de que a quimioterapia acarreta efeitos secundários, sendo os mais reconhecidos as náuseas e a alopécia. No entanto, já estão menos despertos para alterações mais subtis, como é o caso da diminuição das contagens das células do sangue. Daí a importância da educação na prevenção e deteção precoce das toxicidades hematológicas.

A implementação de iniciativas de educação baseadas em princípios claros de comunicação em saúde terá um impacto positivo na qualidade de vida do doente.

Verifique o abstract completo aqui.

 

Obtenha este artigo

Para obter este artigo terá que ser membro AEOP. Se já é membro AEOP efetue aqui o seu login. Se ainda não é membro AEOP registe-se aqui.
Em alternativa, pode adquirir este artigo pelo preço de 5EUR utilizando para isso o nosso formulário de contacto.