Autores:

Tiago André Peixoto; Nuno Miguel Peixoto    ON 2017, 35 ; novembro 2017; On-line publication: novembro 2017

Resumo: Vítimas de uma doença crónica, os sobreviventes de cancro vivenciam um processo de readaptação, e mais do que a reinserção social, é lhes exigida a reincorporação de atividades de promoção de um estilo de vida saudável.

Objetivos: Explorar o estado atual do conhecimento científico relacionado com os comportamentos de promoção de saúde em sobreviventes de cancro e descrever essas evidências, desenvolvendo um mapa conceptual sobre o nível de envolvência dos sobreviventes de cancro nos comportamentos de promoção de saúde.

Metodologia: revisão da literatura, com base nos modelos do Instituto Joanna Briggs para Scoping Reviews. Dos 407 artigos encontrados, 14 foram incluídos.

Resultados: Os comportamentos identificados centram-se na prática do exercício físico, na alimentação saudável, na manutenção do peso ideal, na gestão das recomendações dos profissionais de saúde e dos regimes medicamentosos, na gestão do stress, na realização de screenings e check-ups regulares, no ajuste ao novo estilo de vida, no suporte/apoio social e na espiritualidade

Conclusão: Há informações contraditórias relativo ao tipo de envolvência dos sobreviventes em comportamentos de promoção de saúde. Esses conflitos obrigam a comunidade científica a aprofundar os dados apresentados em populações mais homogéneas.

Palavras-chave: neoplasias; comportamentos saudáveis; doença crónica; promoção da saúde.

 

 

Verifique o abstract completo aqui.

 

Obtenha este artigo

Para obter este artigo terá que ser membro AEOP. Se já é membro AEOP efetue aqui o seu login. Se ainda não é membro AEOP registe-se aqui.
Em alternativa, pode adquirir este artigo pelo preço de 5EUR utilizando para isso o nosso formulário de contacto.