Autores:

Liliana Amorim; M. Graça Pereira        ON 2009, 8; maio 2009; On-line publication: maio 2009

Este trabalho teve como objetivo avaliar a relação entre otimismo, morbilidade psicológica e satisfação com o suporte social em doentes oncológicos. A amostra incluiu 46 doentes, doentes do Hospital de São Marcos (Braga), diagnosticados com neoplasia maligna. Os instrumentos de avaliação utilizados foram os seguintes: Questionário Sócio-Demográfico, desenvolvido por Pereira e Amorim para o presente estudo; escala de Otimismo LOT-r (scheier, carver & Bridges, 1994); escala de stress, ansiedade e depressão – 21 (Pais-Ribeiro, Honrado & Leal, 2004a) e escala de satisfação com o suporte social (Santos, Pais-Ribeiro & Lopes, 2003).

Os resultados obtidos indicam que a morbilidade psicológica e o otimismo se correlacionam no sentido de doentes oncológicos otimistas apresentarem menor morbilidade psicológica, observando-se também que doentes oncológicos casados manifestam menores níveis de depressão, comparativamente com doentes oncológicos solteiros, divorciados ou viúvos. Ao nível da satisfação com o suporte social, não foram encontradas associações significativas com o otimismo; não obstante, encontram-se correlações significativas entre satisfação com o suporte social e morbilidade psicológica. Implicações para a intervenção são apontadas.

Palavras-chave: cancro, otimismo; morbilidade psicológica, suporte social

Verifique o abstract completo aqui.

 

Obtenha este artigo

Para obter este artigo terá que ser membro AEOP. Se já é membro AEOP efetue aqui o seu login. Se ainda não é membro AEOP registe-se aqui.
Em alternativa, pode adquirir este artigo pelo preço de 5EUR utilizando para isso o nosso formulário de contacto.